segunda-feira, 24 de abril de 2017

Caroline March: Búscame en tus sueños






Confesso que essa capa me fascinou, embora a segunda seja linda também
Búscame en tus sueños


Búscame en tus sueños (Connor e Ginebra) - Caroline March
My rating: 5/ 5



Caroline March é uma autora espanhola de Madri que escreveu Buscame en tus sueños e ganhou o V Prêmio Vergara-Rincón de la Novela Romántica. E é o primeiro livro de uma série de dois. Ela sempre soube que queria escrever ao ter o primeiro romance em mãos... E graças a Deus ela fez isto...

Buscame en tus sueños
Ginebra Freire era afortunada. Poderia dizer que tinha tudo: trabalho, perspectiva de ser mãe, etc... e então, de repente, tudo vira de cabeça pra baixo e quase perde a vida. E algo vai mal por conta de suas estranhas visões que não consegue ignorar... Sua irmã lhe propõe que vá para Edimburgo e comece uma nova vida. Mas, ao visitar um museu sofre um acidente e vai parar em outra época, (em 1744) e justamente num bordel famoso de lá. Encontrará algumas pessoas que a ajudarão sobreviver neste tempo, mas também alguém que lhe desejará o mal. E entre esses que lhe ajudam, está um guerreiro que fazia parte de suas visões, misterioso e atraente... e que lhe tira do bordel e mesmo desconfiando dela, leva-a para as highlands. 
Connor é o filho bastardo do laird do clã... É um personagem misterioso e cativante que a atrai profundamente, no entanto, Ginebra também não confia nele... E aceita seguir com ele, somente porque quer encontrar uma maneira de voltar para sua época. Mas seu envolvimento com ele torna difícil a sua decisão, devido aos seus sentimentos por ele...
O livro é imenso, onde presente e passado se misturam, e tudo que você deseja saber é o que significa suas visões e como tudo isto irá terminar. A escrita dela é fascinante e te prende muito te tão intenso que é. Cheio de amor, aventura, humor e paixão. É uma leitura que me fascinou a cada virada de página...
 O segundo da série é este aqui que ainda não li... mas pretendo ler...


View all my reviews

Suzanne Enoch: El club de los aventureros. Conquistar a un seductor

El club de los aventureros. Conquistar a un seductor


El club de los aventureros. Conquistar a un seductor ( Bennet  e Phillipa) - Suzanne Enoch

My rating: 5 / 5 stars

Adorável leitura entre um mocinho aventureiro e explorador que volta a Londres em busca de seus diários roubados por outro explorador e nobre. Bennet sempre foi solitário e jamais teve um lar depois que o pai morreu quando tinha 9 anos de idade. Por passar muito tempo nas matas do Congo, atuava de forma selvagem e não seguia ao corrente cavalheirismo imposto pela sociedade londrina. Londres o vê como um tolo porque seus diários alterados e publicados o mostram como alguém torpe. E para completar, além de agir de rompante, sem pensar e disposto a brigar, carrega sempre com ele um macaco no ombro por todo lugar que vai. As moças ficam alvoroçadas, porque é um homem belo e atraente. Mas ele, só em ouvir a voz dela, já sente uma poderosa atração e quando a conhece se encanta com ela, mesmo não tendo beleza...
Phillipa que preferia os livros aos bailes e conversas fúteis, era mais improvável de chamar a atenção dele, e de cara, ele caiu de amores por ela e saltava todas as regras para poder consegui-la.
E ele tenta fazer as coisas certas, porém sempre algo acontece para impedi-lo de atuar direito.
Phillipa é inteligente, esperta e nunca imaginou que ele poderia ter interesse nela. E também cai de amores por ele...
É um romance apaixonante com boas cenas e diálogos provocativos e hilários.
Cinco estrelas porque me fez rir e passar bons momentos divertidos.

View all my reviews

domingo, 9 de abril de 2017

Karen Robards - Un solo Verano/One summer -



Un Solo Verano

Un Solo Verano/One Summer ( Rachel e Johnny) é um romance diferente da maioria dos livros que tenho lido. E Karen Robards como sempre me surpreende com suas histórias mágicas. 

A protagonista é uma mulher de trinta anos (Rachel) e ele um jovem (Johnny) de vinte cinco anos que foi aluno dela. 
Ela é rica, corajosa e caridosa. Que sabe se impor no momento no que acredita o que considera verdade, enquanto todos acham que está cometendo um erro terrível em confiar nele... 
Ele nasceu no lado pobre com problemas com o pai alcoólatra e era um rebelde com causa e motivos. E que passou alguns anos na prisão por um crime que não cometeu. Seus anos de aprisionamento endureceram seu caráter. É um jovem que sempre atraiu as mulheres e com o passar dos anos, seu carisma cresceu ainda mais.
Isto é um suspense que te mantém cativa a cada momento. A história se passa num verão num cidadezinha do sul de EUA onde todos comentam sobre a vida dos outros podendo ou não prejudicá-las com suas comentários infelizes.
É um livro que te envolve intensamente, te mantém à beira de que algo, de repente,  pode acontecer. Fazendo o leitor imaginar quem matou a garota que era namorada dele, já que ele era inocente... A autora nos direciona aos poucos à pista dos prováveis assassinos e o final, me surpreendeu bastante. 
Johnny e Rachel são personagens marcantes. Rachel reluta um pouco em assumir esta relação de amor. Já ele não, tem certeza do que deseja e não aceita as desculpas dela, que considera a relação impossível, e aos poucos derruba todas as barreiras que impede eles de se amarem. Há também personagens que nos conquistam, a mãe e a irmã, uma antiga colega de classe de Johnny e seu filho.

Recomendo? Com certeza.














Karen Robards - Amanda Rose



Minha pontuação no Goodreads: 4/5

Personagens - Matt Grayson e Amanda Rose
Karen Robards mistura em Amanda Rose aventura e romance. 
A história ocorre em 1842, quando o capitão Matt Grayson (beirando aos trinta), um americano de Nova Orleans está próximo de ser enforcado por um crime que não cometeu. Num golpe de sorte consegue escapar e mesmo ferido vai parar na praia nas proximidades do convento, onde a órfã e herdeira Amanda Rose (17 anos) vive até completar a maioridade. Ela foi confinada lá pelo meio-irmão...  
Ela  o socorre e o ajuda a se esconder. Uma inesperada e ardente paixão os colhe enquanto ela o ajuda furtivamente. Porém, a chegada do meio-irmão que deseja obrigá-la a se casar para conseguir dinheiro para pagar as dívidas rompe com esse incipiente romance. E desconfiando de que ela tem algo a esconder, descobre que há alguém no convento e o denuncia as autoridades. Ela que correra para alertá-lo cai na armadilha do meio-irmão e leva a milícia diretamente a ele. Ele consegue escapar pensando que ela o traiu. 
E jura, ao ser resgatado pelo irmão dele (que estava em busca dele) que se vingará daquela traição... E, após ser resgatado pelo irmão, decide levá-la, raptando-a e mantendo-a cativa. E a leva para Nova Orleans. Matt tem uma história de traição no seu passado e a dor de uma nova traição o faz querer humilhá-la, tratando-a como uma qualquer, o que a faz ser desprezada diante da rica sociedade de Nova Orleans. 
Porém, o meio-irmão dela que falira ao perder sua "galinha de ovos de ouro" os persegue até o continente americano e a rapta novamente para obrigá-la a ser amante do velho, já que era uma "mercadoria" usada...
E Matt, que nunca teve intenção de se apaixonar terá que resgatar a garota que conquistara seu coração.
****
Leitura que flui rapidamente. Com personagens secundários cativantes, o irmão dele e os marinho...
Recomendo? Sim. Eu amei como a história se desenvolveu.


sábado, 8 de abril de 2017

Karen Robards: Julia


Karen Robards é uma escritora que tem diversos livros (16),  cuja temática vai do suspense ao romance histórico. Se tornou minha autora preferida depois de Vanished (Desaparecida), que foi o primeiro que li dela. 


Julia

Julia (Julia e Sebastian) - Karen Robards
Minha pontuação no Goodreads: 5 / 5 stars

Julia é um verdadeiro conto de fadas. Criada nos bairros pobres de Londres e aplicando golpes nos mais desavisados, era aos 16 anos, uma criatura vivida e sofrida e então, num golpe de sorte e do destino, ao cuidar de um jovem rico, após seus companheiros (Mick e Jem) terem aplicado-lhe um golpe e o ferido, seu destino muda porque o jovem, às portas da morte casa-se com ela.
Julia vai atrás de seus direitos em Grosvenor Square, onde Sebastian, o tutor de seu defunto esposo vivia. À principio, ele teve intenção de atirá-la na rua, quando viu aquela criatura magra e esquálida, que se dizia esposa do primo. Mas, para provocar a mãe - permite que ela fique e decide torná-la uma dama. Para isso vai para a casa de campo, onde sua filha (que não fala por conta de um trauma) se encontra.
Quando Jewel- agora Julia - começa a se transformar, Sebastião decide seduzi-la.
Sebastian, foi criado sem amor da mãe, e por isso quando se vê apaixonado por Julia, se sente acossado e foge. Mas sua paixão é tão grande que decide passar por cima das convenções e decide se casar com ela.

***
Sebastian, muitas vezes agia como um canalha com ela e muitas vezes senti raiva dele. Mas Julia sempre dava o troco quando ele a tratava sem consideração. Acusado de ter matado a esposa, não era bem visto na sociedade e sofria por conta da rejeição de Chloe, sua filha - que vai ter uma papel importante na trama. Julia, apesar do que sofrera, apesar das mágoas que lhe provocava, conseguia perdoar Sebastian pelo que fazia, e este aprontava muito... Mas a paixão entre eles, era intensa e explosiva demais.
Recomendo porque a autora não deixou pontas soltas, coisa que imaginei que faria, porque deixava em banho-maria (tipo suspense) alguns assuntos. E pelas cenas apaixonantes entre os dois. E pelo fechamento da história.

View all my reviews

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Joan Johnston: Texas Bride 1

Joan Johnston é uma autora americana com mais de 100 publicações e com vários prêmios:     
* Paperbook Book Club of America's Book Rak Award (2x)

* Romantic Times' Best Western Historical Series Award (2x)
* Romantic Times' Best New Western Writer
* Romantic Times' Best Historical Series Award (twice)
* The Maggie (twice)

* Romance Writers of America RITA Award finalist for The Disobedient Bride



E com todos esses prêmios nunca li nada dela! Mas, sempre ando à cata de livros e eis que me deparo com um tema que me interessa: àqueles sobre homens do Texas que pediam esposas pelos correios, os chamados Mail-orders brides. E minha escolha caiu sobre ela... O primeiro desta série é este. Ainda não li os outros: que são sobre as irmãs da prota deste. 
Uma observação: Tenho o péssimo gosto de não ler série em ordem e se forem longas nem vou atrás. Fiz algumas exceções para minhas adoradas autoras - Lisa Kleypas e Mary Balogh.



Texas Bride
Texas Bride (Miranda e Jake) - Joan Johnston
My rating: 5 /5 estrelas

Miranda e os seus irmãos ficaram órfãos durante o grande incêndio de Chigado em 1871. As 4 irmãs e os dois irmãos caçulas foram entregues ao orfanato, onde sofriam maus tratos de Miss Briggs - responsável por este. Miranda era a que mais sofria, porque era chicoteada para proteger os outros. Mas, ao completar dezoito tinha que sair do orfanato e então, que às vésperas, sua irmã mais nova disse que respondeu a um anúncio do Texas, o pedido de uma esposa pelos correios. E ela decide arriscar tudo e vai e na calada da noite, e temendo que algo aconteça aos seus irmão caçulas, os carrega junto com ela...
Mocinha que sofreu queimadura e arrastava uma perna, era forte e resoluta. Não vacilou em aventurar nas terras longínquas do Texas em busca de uma vida melhor para dar a família.
Jake, era um viúvo e humano e com uma filha para criar e um velho paralítico para cuidar, teve que casar para ter ajuda nos cuidados que necessitavam...
Ao conhecer a noiva se sente atraído, porém não quer perder outra esposa para dar a luz a um filho seu e decide que não consumará o casamento. E aí a situação se complica, ao descobrir que ela trouxera dois irmãos, aumentando a carga e sobrecarregando-a ainda mais e sem saber como agir para acomodá-los numa casa caindo aos pedaços, meio queimada e com problemas para se sustentar.
A vida difícil que Miranda encontra ali, vai fortalecer ainda mais sua vontade de permanecer ao lado de Jake, lutando e mostrando que nada está perdido e que eles podem construir um vida juntos.
Leitura interessante, que me fez chorar muito com seus personagens sofridos que enfrentaram as intempéries da vida com coragem e amor.
Recomendo, mas aviso, me fez chorar muito, não sei se porque estava muito emotiva no momento... Mesmo assim amei o modo como a autora desenvolveu a história.

View all my reviews

Carolyn Davidson : O milagre do Coração

O milagre do Coração
Minha pontuação no Goodreads: 5 / 5 estrelas

Histórias de vidas que se cruzam de modo inesperados.
Uma mulher fugindo do passado ( Leah) ao ajudar no parto da esposa de Garlam é injustamente acusada por ele de que ela matou a esposa.
E numa forma de reparação pede que ela crie sua filha que sobreviveu ao parto.
E depois a pede em casamento para que cuide da casa e de seus dois filhos.
Mas, Leah é uma mulher forte, determinada, de língua afiada, teimosa e independente que porá à prova a paciência dele. Garlam é uma homem durão, brusco, honrado acostumado a ser obedecido.
Juntos vão descobrir que o amor é mais forte quando se confia um no outro, que perdoar é uma necessidade para seguir em frente.
O amor dele é lindo. E cresce a medida que eles se envolvem. Uma mulher que adota os filhos e os chama de filhos do coração; e um homem apaixonado que vai mostrar tudo que é capaz para tornar os seus felizes...



View all my reviews

Minhas leituras contemporâneas (1)/ 2017


Quase não leio contemporâneos, mas de vez em quando, se vejo algo que me interesso, leio. Já li bons livros dessa autora: Miranda Lee

O preço da Paixão

O preço da Paixão ( Jake e Angelina) - Miranda Lee
Minha pontuação no Goodreads: 3 / 5 estrelas

Mocinho ( Jake) badboy e mocinha ingênua (Angelina).
Sedução que resulta na gravidez aos 15.
Ele vai parar na casa do juiz que julgou o assédio sexual denunciado pelo pai dela. Se torna um advogado rico.
Ela permanece no vinhedo do pai e junto com ele cria o filho Alex.
15 anos depois o passado retorna.
A Paixão surge novamente agora com a maturidade e contas a resolver.
Leituras para passar o tempo.

View all my reviews

Sandra Brown: Friction

Sandra Brown é outra autora que me encanta com seus 
suspenses. Este é um romance apimentado entre uma juíza e um Texas Ranger. Este foi publicado em Portugal  como Ligações Ariscadas, porém li a versão em Kindle em Inglês.

Friction


Friction ( Hunt e Holly)- Sandra Brown
Minha pontuação no Goodreads: 4 / 5 estrelas

Tudo acontece de forma rápida neste romance. A história se desenrola em pouco menos de uma semana... 
Hunt, um Texas Ranger que luta pela guarda da filha se vê sem saída quando tenta salvar a juíza Holly ( que é a responsável pela decisão judicial de entregar ou não a custódia da filha) de uma tentativa de assassinato. Mas, nem tudo que parece é a realidade.
A morte resultante desta tentativa de salvá-la, vai envolvê-lo numa trama de perseguição e complô. E para completar todos os problemas com os sogros, com os policiais que o perseguem, há a atração pela juíza torna isto uma faca de dois gumes. Algo inconveniente com o qual não pode lidar.
Entre crimes e perseguições e sua luta para provar se transforma numa busca desesperada para resolver e provar sua inocência para poder ter sua filha de volta. 
E muitas surpresas vão surgindo uma atrás da outra...
Holly e Hunt são duas pessoas fortes, cheias de caráter cuja atração é só mais empecilho para que seus desejos se realizarem.

Romance com cenas ardentes, segredos revelados e um final mais que adequado.
Suspense muito bom, ágil e sem pontas soltas. 

View all my reviews

O que li de Nora Roberts : La obsesión


Eu gosto de Nora Roberts, principalmente escrevendo suspense. A autora me cativa com sua escrita quando decide escrever romance e suspense juntos. Esta foi a versão que li, em espanhol: La Obsesión. O título original é "The Obsession".

La obsesión



La obsesión ( Naomi e Xander) by Nora Roberts
My rating: 4/5 estrelas

Um suspense que a cada virada de página você sente seu coração pulsar de medo do que acontecerá no próximo instante.
Eu já sabia que teria uma carga emocional pelo resumo da capa... Você fica pendente sobre que algo terrível vai acontecer... E tudo porque Naomi Carson às vésperas de completar 12 anos, descobre uma terrível verdade sobre o pai, um pai grosseira, profundamente ligado à religião... mas psicopata!
Que mantinha mulheres jovens e cativas, que sofriam terríveis abusos e então, as assassinavas...
A partir da descoberta todo seu mundo vira da cabeça para os pés. Sua atitude corajosa salva uma jovem, mas que vai influenciar sua vida adulta e a do irmão. E um passado que tenta deixar para trás, mas no qual se torna impossível por que sua vida se transforma em livro e filme e a cada ano seu pai revela onde tem um corpo, fazendo que toda podridão venha à tona.
Ela consegue viver um meia-vida, sem parada certa... Se torna um fotógrafa de renome, foge do amor até que encontra um lugar pelo qual se apaixona e resolve construir seu porto seguro. Começa novas amizades, mas não se permite se apaixonar por ninguém e esconde fatos de sua infância... Mas há alguém que sabe que terá que luta com todas as forças contra sua rejeição ao amor: Xander Keaton... por quem se sente de imediato atraída, mas foge dele como o diabo da cruz.... Em meio a isso, alguém fecha o cerco em torno dela e de seu passado...
Gostei e mergulhei profundamente na leitura.
Personagens ricos, como a família do empreiteiro, seu irmão, os tios gays que os criaram tornam essa leitura rica e cheia de surpresas.

View all my reviews

O que li ultimamente

Mais  uma  nova autora que li recentemente...
 A Julie Klassen é uma autora no estilo Jane Austen, portanto se você gosta dela, provavelmente irá gostar dela também. Ela já escreve desde 2008 e já ganhou os prêmios RITA e ACFW’s Carol. E também já publicou 17 livros.


LA INSTITUTRIZ SILENCIOSA - Julie Klassen ( Olivia e Lord Bradley)
Minha pontuação no Goodreads 4/5 estrelas

Olivia Keene e Lord Bradley são os dois personagens deste romance sensível, cheio de mistérios e envolvente. Mostrando a sensibilidade e simplicidade da difícil vida de uma professora chamada Olivia, uma jovem de 24 anos, que se vê em envolta em uma trama de intriga, primeiro como protagonista de um crime que acha que cometeu, e depois, numa situação sem saída ao escutar sem querer o segredo de Lord Bradley, que decide que ela deve permanecer na casa para preservar o que ele tanto deseja que permaneça escondido. E assim, para ele ela se torna uma babá prisioneira, num primeiro momento impedida de falar, e vai conquistando aos moradores da casa. No entanto, depois de um certo tempo, após sucessivos acontecimentos, em que recupera a capacidade de falar, se torna a professora das crianças que vivem lá e assim sente na pele a solidão que essa função agrega, pois não pertence e nem pode relacionar-se com outros servos porque não é permitido que haja relacionamento entre outros servos, visto que ocupa uma posição privilegiada e também, não lhe é permitida relacionar-se com os patrões. Olivia vai aos poucos descobrindo formas de viver esse papel, enquanto tenta encontrar sua mãe que desapareceu sem deixar traços e vai descobrindo aos poucos coisas sobre sua vida. E aos poucos se ver cativada por Lord Bradley, que não tem uma boa opinião sobre ela, pois acha que é uma mentirosa. Mas, aos poucos, ela vai mostrar o seu valor e conquistar seu lugar no mundo e resolvendo as peças deste quebra-cabeça no qual se envolveu.
A autora mostra aspectos da vida nada fácil de uma preceptora e da solidão desta no exercício da profissão. É uma romance sem cenas apaixonantes, porém riquíssimos de ações e cheia de sentimentos, de descobertas e dos erros e acertos de cada um. Das decisões que são tomadas e vão influenciar outras vidas...

A outra leitura foi da autora Penelope Williamson que é escritora dos EUA, ganhou premios Rita e como o melhor romance histórico do ano. Seus pseudônimos: Elizabeth Lambert, Penn Williamson. Tem 17 trabalhos publicados. Este que li foi o primeiro dela e ganhador do melhor romance.



Un hombre sin pasado/ Outsider( Cain e Rachel) (1996) - Penelope Williamson
Minha pontuação no Goodreads: 4/5 estrelas

É um romance denso entre um proscrito, pistoleiro e uma santarona puritana que teve seu marido enforcado por engano e criava o filho sozinha na comunidade em que vivia.
A autora teve bastante sensibilidade para desenvolver personagens incríveis cada um com seus defeitos que é mostrado nu e cru.
Cain é um pistoleiro encontrado por Rachel mortalmente ferido próximo de onde mora e decide cuida dele mesmo indo contra toda pela sua família que não deseja que ele fique em sua casa. Sofrera maus tratos na infância e se tornara um assassino. Ele é um misto de dureza e calmaria.
Rachel é viúva, e mesmo respeitando os seus, não se deixa abalar por nada do que julga certo. Decidida trata dele e depois que ele melhora, decide contratá-lo para ajudar na lida com a criação de ovelhas. E é uma vida de trabalho árduo, mesmo tendo ajuda da comunidade em que vive. E, como é natural, ela fica fascinada pela aquele forasteiro estranho e bonito.
Mas o relacionamento deles vai provocar profundo abismo entre ela e os seus familiares e os outros da comunidade.
O livro é uma escrita cheia de sensações e cheiros, de cunho religioso e a amargura que cada um guarda em si.
Cada personagem tem algo a dizer, a sofrer... solidão, traição, crimes, paixões...
Não é livro erótico e poucas são a cenas apaixonadas. Mas prende pelo desejo de saber como algo assim, tão díspar pode terminar...
Apesar da autora contar um pouco a vida de cada personagem envolvidos em torno de Rachel e Cain, eu o recomendo...



Livros que li ultimamente

Gente, voltei!
Depois de algum tempo sem publicar nada, estou voltando novamente...
Sejam bem vindos os que estão chegando agora.
Quero falar sobre o que li ultimamente

E tem gente nova no pedaço...

Natasha Anders debutou como escritora em 2012 com o primeiro de uma série intitulada Unwanted ( Indesejado). Nasceu na Cidade do Cabo - África do Sul e já publicou cinco livros. 
A seguir listo dois deles que li recentemente.


Unwanted Wife ( Esposa indesejada)

Um casamento de conveniência entre Alessandro e Theresa é começo de uma história de dor, perdas e amor não correspondido.
Theresa está cansada de um casamento sem amor, embora o sexo funcionasse as maravilhas, decide que é hora de deixar de ser ingênua e de acreditar em contos de fadas e partir para o divórcio, visto que a relação entre seu marido caminha para um desastre contundente. Porém, não contava com a resistência de Alessandro e os problemas que a prendiam a ele. No entanto, resoluta começa a por os pingos nos ís e inicia uma corrida em busca de amadurecimento e crescimento e fé em si mesma.
Ela é típica mocinha criada por um pai cretino que nunca a valorizou e nem lhe deu carinho e pensou que encontrara no marido, alguém que finalmente lhe amava. Mas, havia muitos segredos escondidos prontos a aparecerem em algum momento da vida deles.


 A Husband's Regret ( Um marido arrependido)

A história pode ser dividida entre o antes e o depois.
Cena 1 - O prólogo inicia com uma cena de impacto, a causa da separação, no qual Bryce manda Bronwyn embora ao saber da gravidez.
Cena 2 - Dois anos depois, Bronwyn retorna com a filha Kayla e num primeiro momento descobre que o marido a odeia por tudo que lhe aconteceu após a partida dela.
Então, a autora mostra feedback na visão do Bryce.
Bryce, agora é um homem surdo e com vontade objetivo de se vingar pelo que aconteceu.
Mas morre de amor pela mulher e imediato cai de amores pela adorável Kayla.
Cheios de mágoas, eles lutam para negar esse amor que explode a cada momento em que se juntam na cama.
Arrependimentos e recriminações eles sempre sentem quando se envolvem.
Bryce teve seus motivos, embora fosse irracional sua atitude, para se sentir devastado pelo anúncio da gravidez dela.
Ela não se deixou abalar por nada e conseguiu à duras penas criar a filha. 
Ele é supercuidadoso e amoroso e faz tudo para ver a família feliz.
Brigas, separações, cenas apaixonadas tornam o romance uma boa leitura.
Recomendo seus livros pois são fluidos e fáceis de ler e se você gosta de livros apimentados é uma boa pedida.

Mary Balogh: Someone to Hold (Camille e Joel) Spoiler

Someone to Hold  (Alguém para Abraçar*) -  Mary Balogh My rating: 4 /5  Agora nos deparamos com história de Camille, a mais v...