quarta-feira, 29 de junho de 2016

Mary Jo Putney: Pecado y virtud

Pecado y virtud
My rating: 4 of 5 stars

Reginald Davenport é um homem maduro em torno dos 40 anos, libertino, jogador, sócio de bordel e um alcoolatra em seu ultimo estágio e está espera de uma herança. Vive sempre envolvida em brigas, duelos. Suas bebedeiras e sua fama são históricas e o pior de tudo é que ele pouco se recorda após uma noite de bebedeira. É um anti-herói.
Alys é uma mulher madura em seus trinta anos, profundamente responsável e tem sobre seus cuidados três jovens. Se acha desengonçada, por conta da altura, e por conta de um acontecido no passado, acha que ninguém a aceitará como é. É uma mulher a frente de seu tempo, usa calças masculinas, comanda os homens da propriedade e faz atividades consideradas masculinas.
Quando Reggie, após uma reviravolta do destino, recebe a antiga propriedade dos seus pais, Strickland e decide dar uma olhada nesta. Ao chegar lá, encontra Alys como administradora e sua propriedade tendo bons rendimentos. Sua surpresa é grande, mas ela teme que ele possa despedi-la mesmo assim. E para sua surpresa, ele decide que ela deve ficar. E assim começa uma relação estranha permeada de intenções..., para seu desespero, ela se sente atraída por ele como nunca imaginou e ela acha que ele só se aproxima dela quando está perdido em meio as brumas da bebida.
Mas, Reggie tenta se redimir, tenta parar de beber e muitas vezes, se torna irascível e na falhas em parar de beber, muitas vezes, fere seus sentimentos.
A Reggie cabe a decisão de escolher entre a bebida e o amor.
Surpresas no final e no finalzinho o ritmo diminui, mas nada que atrapalhe a história.

View all my reviews

LaVyrle Spencer: Los dulces años

Los dulces años
My rating: 5 of 5 stars

LaVyrle Spenser me arrastou para um lugar remoto, em Dakota do Norte num período próximo da primeira Guerra Mundial. A história se passa em Álamo numa comunidade onde os Noruegueses se instalaram quando emigraram para a América. Linnea uma jovem professora de 18 anos cheia de sonhos chega a cidade para substituir o professor anterior e logo dá de cara com Teddy - um homem mais velho, que foi abandonado pela mulher e criou o filho junto com a mãe dele. A relação inicial deles é de antagonismo e constantemente estão discutindo. Porém Linnea é tem personalidade forte e aos poucos vai penetrando no mundo de Teddy e transformando a vida da família. Uma atração cresce entre Teddy e Linnea, mas ele não quer se envolver pois sabe que sua relação está fadada o fracasso porque ele é dezesseis anos mais velho do que ela e também por medo de sofrer novamente. Porém ela não se deixa abater e luta por esse amor com unhas e dentes. Em meio a esses conflitos, vamos conhecendo John - o irmão lento de raciocínio, Kristian - o filho adolescente de Teddy e a mãe - Nissa (uma peça impagável) E resto da unida família dele. Cada personagem enriquece a história. São personagens que ganharam vida e que me fizeram rir, chorar e me apaixonar por esta história tão vívida,cheia de conflitos, perdas e sofrimentos. Recomendo.

View all my reviews

Lola Rey: Renacer a tu lado

Renacer a tu lado
My rating: 4 of 5 stars

O tema abordado aqui é o abuso sexual, não de forma crua, mas de forma suavizada e das consequencias quando acontece com a filha de um nobre.
Aqui encontramos Ellie, repudiada pelo noivo, pelos pais, amigas... somente uma pessoa não a trata como uma pessoa contaminada, manchada: seu irmão.
Mas, o pai e a mãe, num ato de crueldade extrema, a casam por procuração, com um irlandês que vive na América. Entregue como um pacote, viajando apenas com uma donzela, Nancy, Ellie chega a América cheia de baús e sem saber com quem estaria casada e como seria recebida. Mas logo de cara, o marido Aidan, reconhece que ela é alguém com educação e educada somente para fazer sala. E se enfurece, porque tudo que ele deseja e embrenhar mata adentro, enfrentando bandidos e índios rumo a Utah, em busca de um lugar para se fixar e criar raízes e gado e pensou como iria conseguir com uma mulher que nunca fizera nada nada na vida e ainda trouxera uma donzela? Mas Ellie, essa mocinha, que tem pavor do toque de um homem, irá mostrar a ele de que estofo é feita.
Com esse tema, e enfrentando perigos, Ellie e Aidan viverão, uma história de idas e vindas, de desconfiança, ciúmes, ataques e violência e ambos terão, que superar suas desconfianças e diferenças para viver o amor que brota em seus corações sofridos.
Uma historia comovente, que me deixou uma sensação terna.

View all my reviews

Lola Rey: No por primera vez

No por primera vez
My rating: 5 of 5 stars

Leitura agradável, rápida e nos moldes de Lola Rey, personagens comuns: uma educadora e um comerciante, que a princípio se estranham e trocam farpas, indicativo de que quem desdenha quer comprar. Ambos são forçados a se casarem por serem encontrado numa situação vexatória e Louis como um homem de honra, pede a Ayleen que case com ele; ela resiste bravamente porque tem um passado a esconder. E nessas condições, eles vão percorrer um longo caminho de desconfianças, ciúmes e sentimentos não revelados que impedem a felicidade completa do casal. Os dois são personagens fortes, lutadores querendo se impor um ao outro e sem revelarem os sentimentos que os une. Bons momentos de paixão permeiam este romance.       



View all my reviews

Lola Rey: Y de repente tú

Y de repente tú
My rating: 4 of 5 stars

Anna e Peter desde crianças que eram unidos e cresceram sabendo que um dia iriam se casar. Mas um acordo entre seu pai e o marquês de Cornway pôs fim ao sonho deles. O acordo em que ela teria que se casar com o filho mais velho deste último, Robert um homem que não se interessava por nada. Acordo feitos, Anna tenta se rebelar, nem assim consegue impedir de se casar. Seu casamento transcorre insosso, sem nenhuma paixão, e tão esperado filho que era o motivo do acordos entre seus pais não acontece. E assim que passado dois anos deste infeliz matrimônio, ela se encontra viúva e se acha que pronta para voltar para Peter. Porém, o antigo acordo ainda vale e ela agora terá que casar com seu cunhado, o mais novo, um homem completamente diferente de seu apático marido. Ralph é mais aposto, mais enérgico e envolvidos em projetos de pesquisas. A princípio, ele se nega a casar, mas quando a conhece fica encantado com Anna. Mas ambos percorreram um longo caminho até se acertarem, pois o ciúmes e desconfiança se interpõe entre eles provocando o afastamento deles. Entre idas e vindas, eles terão que aprender a confiar e expor seus sentimentos para que possam serem felizes. os acertos e desacertos de um casal apaixonado. Uma boa leitura, com cenas ótimas que enriquecem esta.

Teresa Medeiros: A Whisper of Roses

A Whisper of Roses
My rating: 4 of 5 stars

A história é dividida em parte:
Prólogo - (o encontro) A chegada de Morgan MacDonnell, um adolescente revoltado para passar uma temporada com o clã dos Cameron, que vai alterar alterar a vida da única filha deles - Sabrina, com oito. que ofereceu amizade e foi rechaçada cruelmente, determinando uma rivalidade entre os dois. Morgan adora provocá-la e faz pequenas maldades a ela, que nunca se queixa ao pai o tratamento recebido dele e jura que nunca ele a fará implorar.
Parte 1 - ( segundo encontro) - Morgan já adulto e mais selvagem como nunca, visita os Cameron junto com o clã do pai.
Parte 2 - A morte deste vai novamente alterar a vida de Sabrina. Para manter a paz, quebrada pela morte do pai de Morgan, o pai dela, Dougal a oferece para ele se casar com ela, o que a deixa bastante chateada com o pai. Eles se casam e vão para o decrépito castelo dos MacDonnell, tendo Morgan como chefe do clã. A vida de Sabrina, se torna cheia de intrigas e de inimigos que a desprezam. Um acidente vai provocar a ruptura desse incipiente amor que começava a florescer.
Parte 3 - Sabrina volta para casa...Totalmente mudada, se torna uma mulher amargurada. Morgan, a pedido dos pais dela, pedem ajuda dele para trazê-la de volta a vida. E Morgan a prova o quanto foi capaz de mudar por ela.
É uma história emocionante, cheia de intrigas, tramas e personagens intensos, riquíssimos de sentimentos, o que nos faz odiar, perdoar e amar. É uma leitura de pura magia!


View all my reviews

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Theresa Romain: Season for Surrender

Season for Surrender
Season for Surrender by Theresa Romain
My rating: 3 of 5 stars

Alexander Edgeware, Lord Xavier é rico, poderoso e atraente. Está sempre apostando com seu primo Lord Longwood e não gosta de perder. No entanto, desta vez seu primo propõe que se ele conseguisse que, Louisa, uma senhorita puritana e respeitável comparecesse as comemorações de Natal em sua propriedade e permanecesse umas duas semanas, ele seria o ganhador. A principio, ele não quer apostar algo que não considera honroso, mas seu primo é bastante manipulador e convincente. E assim, ele termina por concordar.
Louisa, considerada uma solteirona aos vinte anos de idade, no entanto, prova que é uma garota sagaz, com algum senso de humor e está disposta a mudar o rumo de sua vida e seus desejos são: Conseguir ser beijada, encontrar livros interessantes, promover a aproximação entre Xavier e seu cunhado, James e ser beijada uma vez mais.
James, a quem estava prometida, se apaixonou pela sua meia-irmã. E é por esse motivo que deseja mudar, e por isso decide aceitar o convite de Alexander.
Lá, eles irão descobrir que nenhum dos dois era realmente o que aparentavam ao mundo.
E ele, principalmente, tinha uma máscara que apresentava à sociedade. Um vida de pecados e escândalos que escondia um homem perdido que achava que ninguém o amaria por ele mesmo. E ela, tinha que mostrar ao mundo, a sua sagacidade e seu humor.
Em minha opinião, acho que nosso herói se deixou manipular facilmente pelo primo e pensei que ele daria neste uns murros bem merecido, apesar disso, me agradou o final dado pela autora.
Theresa Romain, tem uma escrita leve, com personagens típicos da época, envolvidos em escândalos e noites de prazer. Sem muitos mistérios e nem grandes segredos.

View all my reviews

Mary Balogh: The Arrangement

The Arrangement
My rating: 3 of 5 stars

É uma boa história, com personagens bem construídos, sem muitos arroubos e poucas surpresas. É um romance linear que tem um bom argumento com mocinho cego e uma jovem desprezada pela família, pelos tios, após a morte do pai e que se achava um zero a esquerda. Era tratada como um rato, sempre num canto sem aparecer e sem se manifestar. Sem estereótipo da beleza, pouco feminina, cabelos tão curtos que a faziam parecer um macho, e como ela se considerava feia, sumia no meio do nada. Vicente Darleigh, que herdou uma fortuna, volta cego da guerra e decide fugir da proteção sufocante da avó, da mãe e das irmãs; visto que elas queriam que ele se casasse de qualquer forma, foge para seu lugar de infância. E é lá que encontra a nossa heroína, que o salva de um trampa armada pela tia, o tio e a filha para obrigá-lo a casar e após isso, ele implora que Sophie case com ele. Coisa que ela aceita relutante. Fazem um pacto de se separarem depois ( um acordo - by arrangment) e vida deles vai mudar a partir daí, pois muitas pessoas, amigos, a família dele acham que ela deu um golpe porque ele era cego. E aos poucos essa relação vai desabrochando, ele sem querer sem um peso para ela; ela se sentindo em debito com ele e fazendo tudo para facilitar a vida dele.

View all my reviews

Teresa Medeiros: The Devil Wears Plaid

The Devil Wears Plaid
The Devil Wears Plaid by Teresa Medeiros
My rating: 4 of 5 stars

Emmaline Marlowe, uma jovem envolvida em escândalo e sem chances de casar, estar prestes a casar com um laird do clã Hepburn -, um velho asqueroso e perverso, - para salvar o pai da prisão. Mas, durante o cerimonial do casamento é raptada pelo Jovem Laird do clã Sinclair, James Sinclair.
James Sinclair e seu bando de malfeitores, a leva através das montanhas frias e íngremes da Escócia.
Emmaline, porém não será uma presa fácil para ele. E a medida que eles adentram mais e mais nas Terras Altas, fugindo dos perseguidores, amizades vão se estabelecendo; e ela vai conquistando seus raptores e principalmente, vai conquistando o coração de James, que não acredita que o amor possa vencer as barreiras e proporcionar felicidade...
E James percebe que ela não é uma delicada flor inglesa, pois sabe como lutar e que é capaz de tudo pelos seus. E também vai descobrir que seu sentimento por ela, será posto à prova de fogo.
E assim, sob este cenário de beleza e neve, o amor vai derretendo o coração do mocinho. Pois ela, além de lutadora, é uma mulher de coragem, inteligente que sabe o quer e como vencer as batalhas.
Cenas e diálogos excelentes, e ri bastante quando ela pega a arma e aponta para ele. Adorei a vivacidade da heroína e reviravolta dada por ela para ter direito ao amor de James. Gostei de alguns personagens que deram vivacidade a história. E mais ainda, como a autora soube finalizá-la e me descubro pensando que a versão ou, até mesmo que a verdade tem sempre pontos de vistas que nem sempre é o que parece.


View all my reviews

Liz Carlyle: A Woman Scorned

A Woman Scorned
A Woman Scorned by Liz Carlyle
My rating: 5 of 5 stars

Jonet Rowland, é uma jovem rica, adorável e bela e também considerada infiel e desprezada por uma sociedade hipócrita. Mas, Jonet é uma mãe abnegada e quando o marido muito mais velho é envenenado é acusada de te-lo matado. No entanto, ela não dá a minima para os rumores e tudo que ela deseja é a segurança dos filhos.
Quando o irmão do falecido marido, implora para Capitão Cole Amherst para que ele investigue a morte do irmão, ele recusa. Porem, logo volta atrás e decide aceitar e se tornar tutor dos filhos dela. Cole logo percebe que Jonet esconde algo dele e que também os filhos, principalmente o mais velho, parece aterrorizado. Mas, ele não estava preparado para o impacto cujo o nome era "Jonet", cheia de vontades, resoluta e com uma campo de atração tão envolvente que o deixava impressionado.
Logo eles se verão atrapados nessa forte atração, que os lançará num mundo de medo e ciúmes.
Jonet é um furacão em constante ebulição, sua atração por Cole, faz com que ela não meça esforços para implorar em ser possuída por ele.
Nem Jonet está preparada para atração que ele provoca nele...
Liz Carlyle criou dois personagens impactantes: Cole, com sua formação cristã era um pouco puritano e se sentia culpado por não ter feito sua esposa feliz, no entanto, tinha uma personalidade bastante forte e não se deixava manipular por Jonet, que era admirável, mas impulsiva e apaixonada, se impunha com todo esplendor sobre ele.
Suas relações eram ardentes e apaixonadamente eróticas.
Haverá quem vá considerar a história bastante narrativa, e sem muitos diálogos (embora poucos são excelentes) pois ela descreve com detalhes os sentimentos dos personagens, a paisagem; e muitas vezes, me vi entre os personagens, caminhando, sentindo e observando. Gostei? Sem dúvida.


View all my reviews

Mary Balogh: Someone to Hold (Camille e Joel) Spoiler

Someone to Hold  (Alguém para Abraçar*) -  Mary Balogh My rating: 4 /5  Agora nos deparamos com história de Camille, a mais v...