segunda-feira, 28 de março de 2016

Jacquie D'Alessandro: Red Roses Mean Love

Red Roses Mean Love
Red Roses Mean Love by Jacquie D'Alessandro
My rating: 5 of 5 stars

Livro encantador sobre o nobre e herdeiro Stephen Barrett que ao ser encontrado ferido por Hayley e seus três agregados se vê envolto nesta família tão diferente da sua. Acostumado a ser servido e não servir, de repente para dar um tempo a quem deseja matá-lo, decide esconder sua condição de nobre. E é dessa forma que ele descobre um mundo de lealdade, amor e paixão, algo que não encontra no mundo em que vive.
Hayley é desde a morte dos pais, que assumiu a a responsabilidade de educar os irmão e alimentá-los, junto com os agregados que serviam ao pai dela como capitão do mar.E uma solteirona que não se acha nada atrativa, pois é muita alta e foge do estereótipo da mulher bonita.
Stephen é um "bon vivant" experiente, amargurado por suas obrigações como herdeiro, visto que sempre se sentiu só e com uma enorme carga nos ombros. Em Hayley ele encontra a sensibilidade de pertencer a algo, a simplicidade de uma vida cheia de risos e encantos.
É uma envolvente narrativa fluída, emotiva e com personagens divertidos, os quatro irmãos - mirem Callie, sua irmãzinha caçula, os marinheiros, o cozinheiro, além da tia meio-surda!?!
Todos eles dão seu toque especial a esta história.
Quando a paixão cresce entre os dois, Stephen não quer envolver Hayley no perigo no qual ele se encontra. E se afasta dela provocando uma ruptura, que só poderá ser corrigida quando toda verdade vier à tona.



View all my reviews

Connie Brockway - Del odio al amor

Del odio al amor
My rating: 4 of 5 stars

Lily Bede era uma mulher de garra, em busca dos direitos das mulheres numa época em que as leis só privilegiavam aos homens, ela lutava com unhas e dentes os direito das mulheres ficarem com os filhos caso houvesse um divórcio e com este pensamento liberal não se permitia amar a ninguém e nem planteava se casar enquanto as leis não funcionassem a favor das mulheres.
Mas um broma de um velho tio, lhe permitiu ter uma lar para viver após a morte dos pais. E em vez do verdadeiro herdeiro, no caso Avery Thorne, receber a Mill House, caberia a Lily administrá-la por 5 anos e caso não conseguisse esta passaria ao verdadeiro herdeiro. Só isso bastou para uma inimizade se criasse entre eles, pois ele adorava a casa de campo que um dia herdaria. Desiludido com a atitude do tio ele saiu em excursões pelo mundo e durante 5 anos recebe uma mesada de Lily e uma carta, assim passam anos trocando farpas sem se conhecerem realmente. Estas cartas mesmo com críticas serviam de bálsamo para quem estava longe de casa, e quando a fim de 5 anos ele retorna, encontra uma mulher forte, bonita e cheia de personalidade. Mas como domar essa mulher e conseguir que ela mude suas ideias liberais? Difícil, pois mesmo apaixonada, ela luta com todo seu ser para não se render a esse amor. Mesmo vendo nele além da beleza e fortaleza que é, e descobrindo nele um fonte de ternura e compreensão, reluta em se aproximar dele, pois sabe que será sua perdição.
Uma gostosa leitura, envolvente, sensível e com personagens secundários maravilhosos, como as grávidas que "desmaiavam" (hilário) só para que Avery as carregasse nos braços, pois cavaleiro e generoso como era não recusava quem precisava de ajuda; a prima de vida livre; a viúva de seu primo com o filho...
A autora soube como construir cada personagem tornando-os fascinantes ao meus olhos. Pena que ela no final diminui o ritmo do livro e terminou este da forma que eu não esperava.

View all my reviews

Dorothy Garlock: Pecados de Verano

Pecados de Verano
My rating: 5 of 5 stars

Dorothy Garlock conseguiu juntar neste romance preconceitos, amor, ternura e confiança. Este livro relata histórias de sofrimento e solidão, às vezes, a solidão e o sofrimento são tão palpáveis que sentimos isso na pele. A autora destaca como determinados caminhos que tomamos - até mesmo inconscientemente - pode nos levar ao sofrimento, e como é triste a solidão e até onde vai a maldade de uns. É uma eterna luta do bem e do mal.
Ben sempre foi sozinho desde os momentos que os pais morreram e foi criado de maneira fria pelos tios e quando este é assassinado, ele é acusado injustamente e fica preso até descobrirem que ele é inocente. Ao sair da prisão, recebe um recado que teve uma filha com uma prostituta, que já estava com treze anos e é surda. Quando ele chega na madeireira, um mundo selvagem de homens brutalizados pela vida árdua para trabalhar para os irmão Callahan - que disputam com os Malones o poder no lugar -, encontra Dory, a meia-irmã de Milo e Louis, uma mãe solteira que é desprezada e maltratada pelos irmãos, menos por James, que como ela é filha do segundo casamento do pai.
Ben, apesar de nunca ter sido amado por alguém é um homem carinhoso e que não suporta ver alguém ser espancado ou maltratado. Dory sofre com o desprezo dos meio-irmãos que a chamam de prostituta. Suporta todo sofrimento por causa da filha Jeanmarie de 4 anos(que tem papel relevante na história) e pelo irmão, James.
Sua vida muda a partir da chegada de Ben com a filha agora com 16 anos.Ela agora se sente menos só, porque tem alguém para conversar e dividir sua solidão. A filha de Ben, é uma garota linda, cuja beleza, provocará diversas situações assustadoras, e apesar de surda, é inteligente, faz leitura de lábios e adora ao pai.
Dois casais vão se formar, Ben e Dory e James e Odette.
É bonita a maneira como o amor vai sendo construído através da confiança, destes seres tão infelizes que nunca tinham conhecido o companheirismo e o amor. Não é uma história cheia de cenas apaixonadas, há situações de profunda violência, mas é recheada de sentimentos que te deixam engasgada em alguns momentos e com revelações surpreendentes e um leve suspense.

Laura Lee Guhrke: En busca de una dama

En busca de una dama

My rating: 3 of 5 stars

Romance despretensioso simples, curto, onde o mocinho, Nicholas, Marquês de Trubridge, se encontra na penúria por conta do pai, com o qual tem há muito tempo desentendimentos e mágoas. Quando que seu pai retira sua assignação mensal, ele resolve se casar por interesse e vai atrás da viúva Lady Belinda, que era agora uma casamenteira, ou seja, encontrava nobres arruinados ou endividados, para as ricas herdeiras americanas que iam a Londres em busca de maridos com títulos de nobreza. O único problema entre eles é que Belinda considera-o muito parecido com seu finado marido, que fora um canalha que fingira estar apaixonado por ela e se apossara de sua fortuna, gastando-a com mulheres e jogos.
Assim começa um pequena guerra entre eles, ela não quer aceitá-lo como cliente e ele só deseja uma chance para poder conhecer alguém com quem possa casar e resolver suas dívidas.
A proximidade faz com que ambos repensem modo de encarar um ao outro, e Belinda e Nicholas, de repente se veem envoltos em uma paixão que pode estragar seus planos. Ele precisava de alguém rica e ela não tinha interesse em casar-se novamente.
Nicholas não é que parece ser e Belinda tampouco. No entanto, ela terá que superar seus medos e suas dúvidas e ele terá que encarar a vida para construir uma vida com a mulher que ama.

terça-feira, 8 de março de 2016

Adele Ashworth: Un hombre que promete

Un hombre que promete
My rating: 5 of 5 stars

Os protagonistas, Madeleine DuMais e Thomas, são espiões do governo. Ela, uma francesa, e ele, um inglês. Ambos foram para Winter Garden, no sul da Inglaterra para investigar quem estava roubando e comerciando o ópio, já que pistas partiam dali.
Madeline, é uma espiã profundamente abnegada ao seu trabalho. E como já sofrera as consequencias do opio, visto que sua mãe era adicta deste e a maltratava muito, então, um dia ela decidiu se libertar da mãe e partiu em busca de uma oportunidade de vida melhor. E veio para a Inglaterra e pediu para se tornar uma espiã do governo inglês na França, onde vivia e se destacou bastante. Sua vida foi sofrida e ela não acreditava em amor, pois nunca fora amada. Tivera amantes ao longo de seus anos. É uma mulher de 29 anos, madura, inteligente, honesta.
Thomas, viúvo de 39 anos, tinha um filho de 15 e tivera uma vida de "bon vivant" até que uma investigação ou deixara estropiado, tornando-o um manco. Era um homem imponente, calmo, e também muito inteligente. Ao contrário dela, ele acreditava no amor.
Esta é uma das melhores história que li, com um dos melhores mocinhos que conheci. O livro todo dá indicação de que Thomas já a conhecia antes dessa missão, eu ficava a imaginar como e quando eles tinham se encontrado antes e porque ela não recordava-o que me instigava ainda mais a continuar.
Thomas é quem vai mostrar a ela como acreditar em amar e ser amada.
E eu gostei do mistério que tinha entre eles, das cenas apaixonantes e apaixonadas. É uma história envolvente, cheios de cenas incríveis, momentos de intensa sensualidade. E percebe-se que a paixão brota a cada página que você percorre. É surpreendente até o final. Embora em alguns momentos tivesse raiva dela, de sua teimosia e de sua liberalidade, nada disso me impediu de apreciá-la.


View all my reviews

Patrícia Grasso: Angelica, o Anjo Sedutor

Angelica, o Anjo Sedutor
My rating: 4 of 5 stars

Angélica é filha de um nobre empobrecido que depois que perdera a fortuna se tornara um bebum e que era sustentado pelas trapaças de seus jogos e pela irmã dele, Roxanne, que desempenhará um papel importante na vida dos protagonistas e que é uma sensitiva, visto que tem sonhos premonitórios.
Robert Campbell é filho de um nobre, que por acaso apaixonado pelo pai de Robert, hoje viúvo. Eles se encontram numa feira livre, onde ela faz apostas em dados viciados. Ele finge que não percebeu e joga e perde uma quantidade grande e decide acompanhá-la ate sua casa temendo que seja assaltada. E na verdade, eles são atacados e Robert leva-a em casa com segurança.
Eles se sentem atraídos um pelo outro. Mas, ele como viúvo só tem intenção de levá-la para cama. Ele descobre que ela é filha de um nobre arruinado e que ela só deseja ganhar dinheiro para poder arruinar e se vingar quem os tinha arruinado. Ele promete ajudá-la.
E assim começa o envolvimento deles: Robert consegue levá-la a dormir com ele, mas diz pra ela que não pretende casar. Eles brigam, ela diz que não deseja vê-lo mais. No entanto, ele está sempre voltando e ajudando-a.
Quando o pai de Angélica morre, muitas surpresas vão surgindo no decorrer do livro. Ela descobre quem ele é realmente. E, então, o pai dele decide assumir ela e suas irmãs como tutor e as irmãs (Victoria e Samantha) juntamente com a tia e as acolhe em sua casa. Nesse universo, os inimigos estão a espreita, desejando matar a Robert. Entre, os inimigos, estão seu sogro, sua cunhada viúva e amante dele.
É uma história divertida, cheia de surpresas e que me agradou.

View all my reviews

Teresa Medeiros: Yours Until Dawn

Yours Until Dawn
My rating: 4 of 5 stars

Abandonado pela noiva depois de ficar cego. Gabriel se torna recluso e um homem insuportável. Tão diferente do homem jovial que era. Cabe a Samantha, uma enfermeira, a cuidar dele. ela o força a reagir contra o mundo de escuridão e discute com ele para tirá-lo desse mundo sombrio no qual se enterrou. E então, a paixão aflora entre eles... Porem, por trás disto tudo, há segredos que virão à tona e que testará esse amor. 
É uma leitura cativante e merecidamente ganha de mim um 4 estrelas. Personagens cativantes, história idem. É aquele tipo de história que depois que termina v. sente um vazio, porque acabou e v. gostaria de mais.
Publicado em 2004
Faz parte da série - Irmãs Farleigh (é o 3º)
Ocorre em Londres em 1806



View all my reviews

Teresa Medeiros: Anhelo salvaje

Anhelo salvaje
My rating: 4 of 5 stars

Procurado pela guarda, Connor Kincaid, é um assaltante de estrada que vive roubando os ingleses que viajam pelas highlands. Vive assim desde que perdeu os pais e perdera suas terras.
Pamela é uma jovem altruísta que se esquece de si mesma para ajudar a mãe e sua irmã. E forte, tem caráter. 
Mas, desde a morte do pai, esta numa situação difícil e para tentar melhorar a situação viaja para a Escócia, a fim de encontrar o filho desaparecido de um duque e assim receber a recompensa. Ao ser assaltada por Connor, se sente atraída por ele e pede que ele se faça passar pelo filho desaparecido do duque, com a promessa de que isto os tornará ricos. Ele também se sente atraído por ela. E ambos, nesta jornada de amor e engano, terão suas vidas modificada para sempre.
História simples e sensível, com cenas engraçadas e para completar, um mistério por trás de tudo isso.

View all my reviews

Teresa Medeiros: El placer de un beso

El placer de un beso
My rating: 4 of 5 stars

Teresa Medeiros me fez dar muitas risadas com os protagonistas desse livro. Ash e Clarinda - eles se conheciam desde crianças e viviam sempre brigando. Mas quando ela tinha 19 anos, eles descobriram que se amavam. Mas Ash (o segundo filho de um duque) achava que tinha que oferecer algo melhor para ela e partiu em busca de fortuna. Dez anos depois eles se reencontram novamente, com um mundo de abismo entre eles, pois ela o detesta e não o perdoou por tê-la abandonado. E agora ela está noiva do irmão mais velho dele e ele terá que resgatá-la de um harém.
Teresa Medeiros nos proporciona uma agradável leitura, com personagens secundários excelentes - Farouk e Poppy, Luca e Yasmim,tornam esta trama mais ainda encantadora. Cenas "calientes" ótimas. 4 estrelas porque adoro um epílogo e achei que este merecia...

View all my reviews

sábado, 5 de março de 2016

Julia Quinn: What Happens in London

What Happens in London
My rating: 5 of 5 stars

Juro que a princípio quase, quase abandonei este romance. Por conta do início porque achei um pouquinho monótono o prólogo, onde conhecemos a história do infeliz menino chamado Harry Valentine: um pai bebum, uma mãe perdida em seu próprio mundo ou pelo menos que fingia que não via nada e uma avó que exigia que ele falasse russo, a língua natal dela, em vez do inglês. E aos vinte e um ano, ele decide entrar para o exército junto com o Sebastian, seu primo e amigo.
Anos depois, o encontramos a serviço do rei, como um agente tradutor e vítima da intensa curiosidade de Olivia Bevelstoke. E é essa curiosidade que os aproxima e depois disso, a presença e o interesse do príncipe Alexei, cujo pai apoiava a Napoleão e, por conta disso, Harry foi indicado para espioná-lo. E então, Harry não teve jeito, a não ser se aproximar dela, além do fato de ser constantemente vigiado (já que era vizinhos) por ela. 
Para se tornar mais presente, ele lhe presenteia com um livro gótico, "Miss Butterworth e o Barão louco", que torna o ponto alto do livro e leva a história a se tornar bastante hilária para mim.
Entre idas e vindas, Harry e ela, se tornam par constante em festas, tendo conversas à janela e ela sendo assediada pelo príncipe e, com Harry se sentindo ciumento e possessivo... 
É então, que eles se dão conta que estão apaixonados.
Entre encontros furtivos, beijos roubados, as esperadas cenas ardentes presentes neste romance me conquistaram.
Ri em alto e bom tom no capítulo 18 com a leitura feita do livro e representada pelo não menos cativante Sebastian Grey, companheiro de aventuras e amigo, com uma platéia inusitada: o mordomo, as servas, o príncipe e seu guarda costa foi o ponto alto, ou deveria dizer hilário do livro.
Leitura que levantou meu humor, até mesmo, o príncipe esnobe Alexei e seu assecla me conquistaram.
Por isso, recomendo as 5 estrelas. Risos me fazem feliz. Fazê o quê? Se é assim que sou.

View all my reviews

Lola Rey: Nadie como tú

Nadie como tú


My rating: 4 of 5 stars

Lola Rey tem uma sensibilidade incrível para escrever histórias sensíveis cujo universo junta pessoas comuns e nobres. Pessoas que sonham encontrar alguém que os acolha e os faça felizes.
André, um rico comerciante que vê seu mundo vir abaixo quando um acidente em um dos armazéns pelo qual é responsável em Ceilão pega fogo e ele sofre as consequencias ao tentar salvar as pessoas que trabalham para ele. 
Mas o golpe maior sofre ao ser dispensado pela noiva que foge ao ver a extensão de suas queimaduras que o deixaram semi cego e com cicatrizes no rosto e em parte do corpo que o impedem que caminhe normalmente.
Se sentindo profundamente infeliz, se distancia da família e vai morar num lugar isolado, num lugar ermo e escarpado, onde o rugido do mar se faz presente e somente atendido por poucos empregados. Mas, sua rotina, se altera quando chega a jovem Caitlin, que se torna a governanta contratada por seu irmão gêmeo para cuidar da casa.
André, do jovem alegre se tornou um homem taciturno, amargo e triste. E acredita que ninguém quererá alguém no estado em que se encontra.
Porém, Caitlin, uma jovem que não teme discutir com ele, e ao conhecê-lo um pouco mais, começa a nutrir sentimentos que vão além da aparência dele e se sente bastante atraída por ele. E aos poucos conquista sua confiança a ponto de se envolverem numa proibida e entregada paixão.
No entanto, quando o passado se fizer presente, eles terão que decidir se o que existe entre eles é o amor verdadeiro ou apenas uma ilusória paixão pela qual não vale a pena lutar.
Lola Rey, neste quarto livro da saga Collingwood, presenteia-nos com os outros personagens da série, todos felizes, unidos e coerentes como sempre.

View all my reviews

terça-feira, 1 de março de 2016

Cinco Top cenas em Romance Históricos** (texto adaptado de Myrretta Robens)

5  Cenas de Sexo nos Romances Históricos de Ashworth, Balogh, Barnett, Carlyle e Laurens!
Por **MYRETTA Robens
                                             

Winter Garden by Adele Ashworth *Jardim de Inverno / Adele Ashworth
Embora seja verdade que você pode encontrar cenas ardentes em romance histórico (ver os números 3 e 5), também é verdade que uma boa cena de sexo transmite muito mais do que a (repetida) união de corpos. Seguem-se cinco cenas de sexo em romance históricos que são memoráveis, na minha opinião, para uma variedade de razões, elas ilustram algo único e pessoal sobre os personagens ou mudam o rumo da história ou outra coisa extraordinária. Por que não? Memorável é mais que apenas excitante.
1. Angústia
Pela angústia, cito Adele Ashworth em Winter Garden. Winter Garden é uma história de amor entre Thomas Blackwood, oficial de alto nível no departamento do governo da Inglaterra, que aparece como outra pessoa, e Madeleine Dumais, espiã francesa  para a Inglaterra, contratada por Thomas, embora ela não saiba disso. E é carregada de angústia. Thomas foi gravemente ferido durante as Guerras do Ópio na China e não confessa a extensão da sua incapacidade até que ele e Madeleine fazem amor pela primeira vez.
Depois de trazer manualmente Madeleine ao orgasmo, Thomas silenciosamente estendeu a mão para a sua perna direita, puxando para cima a braçadeira de suas calças enquanto se mantinha com a esquerda. Desta vez, porém, ela notou uma diferença em sua bota. Na parte superior, perto do joelho, havia duas tiras com fivelas, uma abaixo da outra e uma polegada ou mais além, que ele desprendeu lentamente. Isto terminou, e com um puxão de uma das mãos no calcanhar, um na panturrilha, o invólucro deu lugar, expondo o núcleo de seu medo.
Madeleine olhou, o corpo paralisado, coração se retorcendo com esmagadora compaixão e tristeza. Duas polegadas abaixo do joelho cicatrizado e deformado, sua perna direita tinha sido habilmente cortada.
"Você vai me amar agora, Maddie?", Ouviu em um frágil, rouca, distante voz.
Choro! Como ela não poderia?
E como poderíamos não amá-lo. Esta cena de amor mostra-nos tanto sobre ambos Thomas e Madeleine, suas inseguranças, sua compaixão e seu amor.

                                          
* Enfeitiçada / Jill Barnett 
2. Irrisório
Em Ele lhe dá bons humilhações, Laurie Gold ofereceu um vislumbre da relação entre Joyous MacQuarrie e Alec Castlemaine, Duque de Belmore, a heroína e o herói do Bewitching de Jill Barnett. Eu gostaria de dar-lhe outro.
Alegria e Alec tem apenas consumado seu casamento de conveniência. A cena de amor termina assim:
Ela se agarrou a ele, em seguida, seus corpos em movimento como um, o tempo não estava se movendo em tudo. Poderia ter sido uma vida inteira; ela não sabia, e naquele exato segundo ela não se importava.
Lentamente, mas vibrantemente seus sentidos reviveram.
Ela olía a rosas – maravilhoso e  doce aroma de rosas. O ar estava cheio com a fragrância picante doçura delas. Ela sentiu um toque leve de plumas novamente em seus braços e seu rosto. Ela abriu os olhos.
Centenas de rosa pétalas de rosa flutuando do nada.
Como você pode não amar uma heroína cujo orgasmo se manifesta em pétalas de rosa? Bem, isso toma tempo para o Duque se acostumar com isso, mas, no final do livro, vemos que é uma das maneiras na qual ele se agarra a ela durante seu momento escuro.
                                                

Uma mulher Desprezada / Liz Carlyle

3. Ardor
Prometi-lhe ardor e ardor você terá. Para isso, temos de olhar para Cole Amherst ou, como eu gosto de se referir a ele, O belo Vigário, o herói de uma mulher desprezada de Liz Carlyle. Cole Amherst assume o papel de tutor dos dois filhos da viúva Jonet Rowland e, eventualmente, assume um papel ainda maior na vida de Jonet. Mas mesmo antes de ele se casar com ela (e devo acrescentar que a advertência foi Jonet quem começou este):
Cole olhou para ela sombriamente por um longo momento. "Jonet, onde estão suas meias?"
... "Aha-!", Ele disse, agarrando-as em uma mão e balançando em sua direção.
Os olhos de Jonet estreitaram. "Cole ?... O que está fazendo? ", Ela perguntou, desconfiada.
Cole se arrastou para cima dela com a força de seu peso. "Jonet", ele disse severamente, agarrando um de seus pulsos e impelindo-os sobre a cabeça. "Estou prestes a amarrá-la a este poste e dar-lhe o sexo que você estava pedindo desde o primeiro dia que coloquei os olhos em você."
Ah, e ele faz (e não pela primeira ou a última vez). Definitivamente recomendo que você leia este, não só para o ardor, mas pelos personagens complexos e convincentes de Liz Carlyle e uma surpreendente trama.
                                         

*O notório canalha /  Mary Balogh
4. Inovador
Mary Balogh inovou com o notório sedutor. Embora ela já era conhecida por estar na vanguarda da Regências tradicionais em incluindo o sexo neste subgênero historicamente doce, The Rake Notorious, foi esse passo extra em escrever uma cena de sexo entre o herói recém apresentado e heroína no primeiro capítulo. A explicação para isso é o medo extremo da heroína de trovões e relâmpagos e o ataque súbito de uma tempestade de verão. Um cavalheiro Regencial faz o que pode para uma senhora em perigo.
O flash simultâneo de raio e trovão sacudiu a terra, ou assim parecia. Mas ele estava se movendo em seu com golpes lentos profundos e seu peso era tanto sobre ela e parte superior de madeira da mesa, de modo inflexível que ela mal podia respirar. Ela sentiu como se tivesse finalmente conseguido rastejar dentro dele, e ela sentiu-se quase segura. Ela ouvia alguém choramingando e se forçou a ficar em silêncio novamente.
"Vai ficar tudo bem, Mary," ele disse contra sua boca. "Isto passará de novo."
Esta foi uma maneira totalmente sem precedentes de introduzir dois personagens em um Regência tradicional, mas foi tão bem-feito e foi tão cuidadosamente entrelaçados no crescimento de ambos os personagens (e foi Mary Balogh) quem trabalhou e criou este clássico gênero.
                                         
*Noiva do escândalo / Stephanie Laurens

5. Stephanie Laurens
Não há outra maneira de categorizar esta última cena. Stephanie Laurens escreve cenas de sexo de grande clareza e duração, que é certamente de acordo com seus heróis. Gosto do Cynsters, especialmente o primeiro cinco ou seis. Eu  ofereço-lhe Richard Cynster (Escândalo) neste post. Em Noiva do Escândalo, Richard Cynster viaja para a Escócia e encontra Catriona Hennessy (bruxa) que decide que ele é o único para ela. A primeira cena de amor é de 17 páginas e é sucedido por várias outras cenas longas de sexo, incluindo um sobre o cavalo. Por onde começar?!? Em vez disso, vou dar-lhe a minha frase favorita deste livro. Em primeiro lugar, o plano de fundo:
Mais tarde, após o cena amorosa - outra viagem dos Cynsters para Londres, Catriona diz a Honória, a duquesa de St. Ives e esposa de Devil Cynster (Noiva do Diabo), que ela já havia drogado Richard, a fim de levá-lo a engravidá-la.
Catriona corou. Ela tentou esconder-se, fugir, evitar as perguntas, mas,  descobriu que, Sua Graça de St. Ives poderia ser implacável. Honoria arrancou as respostas dela - então caiu para trás em sua cadeira e olhou-a com admiração. "Você é muito corajosa," ela finalmente disse. "Eu não conheço muitas mulheres  que poderia dar um afrodisíaco a um Cynster - e, em seguida, deitar com ele."
E aí está, a essência dos heróis Stephanie Laurens e, portanto, suas cenas de sexo. Homens para os quais afrodisíacos são redundantes, talvez até um exagero.

***
Eu passei por um monte de históricos procurando as cenas de sexo certas para este post. Eu rejeitei alguns que eram maravilhosos, mas não completamente icônico. Mas eu recomendo a primeira cena de amor entre Stuart Aysgarth e Emma Hotchkiss em Untie My Heart de Judith Ivory e, mais ainda, recomendo o resultado sobre a perspectiva de Stuart.
Eu tenho certeza que existem muitas, muitas outras cenas de sexo memoráveis ​​em Romance Histórico. O que você incluir?
Adaptação textual minha e tradução livre

Fonte: http://www.heroesandheartbreakers.com/blogs/2012/07/top-5-historical-romance-sex-scenes-from-ashworth-balogh-barnett-carlyle-and-laurens

Mary Balogh: Someone to Hold (Camille e Joel) Spoiler

Someone to Hold  (Alguém para Abraçar*) -  Mary Balogh My rating: 4 /5  Agora nos deparamos com história de Camille, a mais v...