sábado, 28 de fevereiro de 2015

Minhas leituras recentes (1)

Tenho estado lendo, e entre uma coisa e outra, sendo avó, fazendo coisitas de crochê para minha neta: Berenice e isso me tomou algum tempo para poder retornar para meu blog.


Então aqui estou eu, com minhas leituras recentes...

Li antiguinhos, tipo Corin Tellado, visto que, se não sabem, há uns dois anos atrás alguém teve a feliz ideia de editá-los em ebook. E então, me vi louca, louca mesmo! procurando por livrinhos antigos dela que nunca esqueci. Encontrei  e comprei dois dos quais demorei cinco anos para encontrar. 
Alix Efmovitch
A história retrata a vida de uma garota de 14 anos que vive com o avô, um ermitão rico que fugiu da sociedade permissiva em qual vivia e vivia numa caverna (meio incrível, não é?) em situação de pobreza. Ela era meio selvagem, pura de sentimentos e tudo mais e que tinha uma beleza impar, vivia feliz com seu modo de vida e tinha um amigo, o Xico, herdeiro e filho adotivo de Lord Dawson e que sem nenhum escrúpulos que tentou se aproveitar dela. O tio, Adolfo era um homem maduro de seus trinta e tantos anos, prometera ao irmão cuidar do filho dele e fazê-lo herdeiro. Quando Alix é magoada por Xico, seu avô a faz prometer que partirá dali tão logo ele morra.  É o que ela faz, e aparece na sociedade como uma rica herdeira e e é então apresentada a Adolfo. Eles se sentem atraídos um pelo outro, mas Adolfo não deseja quebrar a promessa que fizera ao irmão. Mesmo assim, vendo que é impossível viver sem ela, decide casar-se com ela. É então que os problemas começam, porque Xico, mau-carater como sempre, retorna disposto a ter tudo que merece... 

O segundo livro, também da autora, me marcou muito, mesmo sendo a velha história, jovem que se apaixona por homem mais velho. A diferença é que Kathy, filha adorada de Ricardo, rico empresário, não aceita se comprometer com ninguém e o pai, desejando encontrar um bom casamento para ela, cobra dela uma decisão. Mas, Kathy bate o pé e se mantém firme de não aceitar ninguém. O problema que ela tem uma paixão proibida por alguém mais velho e que tem certeza que isto é impossível e mantém uma mascara escondendo de todos o dono de seu amor. Quando a situação explode, no momento que ela confessa sua verdade, todos querem saber que homem é este que conquistou seu coração... 
Entre Machado, José de Alencar, Sidney Sheldon, Harold Robbins,  os livros dessa autora me marcaram demais minha adolescência.
Nosso amor eterno
Como não se apaixonar por esta linda história de amor, singela onde os personagens se comunicam telepaticamente durante anos e só se conhecem quando ele está em situação de perigo? Cad conhecia os sentimentos de Jennifer e assistiu ela crescer de longe. Mas, ela ficou surpresa quando se viu face a face com seu amigo, que todos consideravam imaginário, inclusive sua mãe. E então, ela percebeu, que para eles realmente se aproximarem e confessarem o amor que tinha um pelo outro, teria que ultrapassar as barreiras que Cad impunha entre os dois. E joga sujo, enviando mensagens eróticas para ele, forçando-o a agir... Uma deliciosa leitura...


Valeria Richardson é uma jovem que se encontra mais a vontade lutando com sua espada com seu amigo Ralph do que frequentando a sociedade  e usa calças de homem com o apoio do pai que a incentiva a viver assim. Mas quando a tia resolve contra sua vontade, apresentá-la a sociedade londinense e se encontra com o detestável visconde de Chester, que deixou a irmã plantada no altar e de quem ela havia jurado vingar-se... No entanto, ele se sente atraída por essa mulher indiferente e rebelde. Lis Haley escreveu uma história com bons diálogos, cenas meio-picantes.



Mary Balogh: Someone to Hold (Camille e Joel) Spoiler

Someone to Hold  (Alguém para Abraçar*) -  Mary Balogh My rating: 4 /5  Agora nos deparamos com história de Camille, a mais v...