segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Livros que gostei e li em Espanhol

Tiempo de Traiciones - Rosemary Rogers

 A começar pela imagem da capa que amei de cara e o título. Acho que já perdi muita coisa boa por conta da capa e do título. Só leio quando alguém me recomenda muito. Pois bem, a personagem Talia Dobson, era uma jovem com muita força de espírito, que foi abandonada no altar, sofrendo a maior humilhação e o irmão do fujão, hiper responsável Gabriel decide casar com ela. Detalhe: ela sempre teve uma queda por ele. Porém, o marido após uma noite apaixonada, lhe manda para a casa de campo. E o que ela faz? Não deixa barato e vai atrás do que quer. Uma história divertida, com aventuras e que lhe dá uma sensação de perda no final. 

Jane Feather - Amarte es mi destino


Dois personagens cheios de vontade: Theo e Sylvester, que  por conta de um testamento e para ter acesso a herança da qual necessita para manter suas propriedades é obrigado a casar com a neta de um antigo inimigo. Ele é um sobrevivente de um ataque durante uma guerra, e como resultado foi ferido, considerado um traidor e não tem como se defender, pois não recorda o que aconteceu durante a batalha. Portanto, ele vai  conhecer as prováveis netas e terá que escolher uma delas. Mas, quando chega nas terras delas, encontra Theo e aí tudo muda, se sente atraído pela jovem, e fica completamente fascinado pela beleza de Theo, e trata de seduzi-la, jogando sujo mesmo para envolvê-la num mar de paixões. Theo, no entanto, é uma mulher livre, que gosta de tomar suas próprias decisões e não gosta de ser manipulada. Personagens maravilhosos e coerentes dão vivacidade a este romance.

Sueños Prestados - May McGoldrick


Em busca de novidades, encontrei essa pérola. Me apaixonei por Lyon, que ficou confinado a um cadeira de rodas, por conta de uma acidente no qual a esposa morreu e de cuja morte é acusado. Millicent casou bastante jovem e sofreu muito nas mãos do marido que só sabia maltratá-la fisicamente, além de perder a fortuna deixando-a endividada após sua morte e então, ela jura que não se casará. Mas, sua promessa é quebrada quando a mãe de Lyon, que não suporta ver o filho daquele jeito, selvagem, desgrenhado ( um verdadeiro bicho do  mato) e  deprimido,  propõe a Millicent que se  case com ele e em troca liquidará todos os seus débitos. Nossa mocinha resiste e alguns fatos acontecem e ela volta atrás, apesar da promessa. Lyon vive sedado constantemente e ao despertar um dia descobre que sua mãe conseguiu casá-lo! Arisco e mal humorado, Lyon tem discussões fenomenais com ela, e divertidos um atirando indiretas no outro. Mas ela não se deixa abater e com toda paciência do mundo cuida dele, apesar de sua tosquidade. E de repente, nesse convívio quase impossível, eles se veem atraídos um pelo outro... Livro com bastante carga emocional. Vale a pena a leitura.

Una extraña locura - Laura Kinsale



Outro livro maravilha, surpreendente, que me foi indicado por Marilda Custódio e não me arrependo de conhecer Folie, jovem e inocente, sem atrativos vive um casamento sem graça e começa a se corresponder com um primo distante (do marido) que vivia na Índia e cujo marido não respondia as cartas dele por se encontrar enfermo. Eles trocam cartas singelas e durante sete anos de correspondências, surge um sentimento apaixonado por parte dela, que é quebrado bruscamente quando Robert diz que é casado, interrompendo essa correspondência. alguns anos depois, com a morte do marido, Folie e a enteada ficam sob a responsabilidade dele e aí, que eles se encontram pela primeira vez frente a frente. É um momento estranho, pois Robert esconde segredos que o atormentam... E o Robert que retorna a Londres, é tão diferente do homem das cartas, e ao mesmo tempo que ele a fascina, também a atemoriza por causa do comportamento estranho. Um livro de rara beleza, onde o mistério vai dando passo a um bonita história de amor.

Por Primera Vez - Anna Campbell




Lord Sheene foi mantido desde os onze anos prisioneiro do tio que desejava tomar posse de sua fortuna. Constantemente vigiado e sofrendo torturas corporais e mentais terríveis era considerado louco. E Gracie é levada até ele por engano para satisfazê-lo ou poderá perder a vida. Virgem e inocente, ela tenta fugir, mais é capturada novamente. Sofre uma tentativa de estupro dos captores dele e então, quando é salva por ele, passa a confiar sua vida e sua virtude nele. Ele também é virgem e o seu tio a fim de conter sua rebeldia deseja forçá-lo a possuir  qualquer mulher, mas ele se nega a fazer isso. Ela se rebela também e tem sua vida ameaçada pelo tio. Os dois tornam-se prisioneiros e graças a coragem de uma mulher eles lutarão para conservar esse amor. Uma história diferente.

Y de Repente Tú - Lola Rey

Um livro de profunda sensibilidade e Lola Rey com seus livros provocam raiva, ternura e vários sentimentos. Mas como gostei bastante deste. Anna ama a Pete desde a adolescentes e eles planejam se casar, mas o destino interveem na forma da ambição de seu pai, forçando a casar com o primogênito da família Hollway, a quem nunca viu. E depois de um casamento insosso e sem surpresas, Anna fica viúva e quando pensa em retornar a seu querido Pete, novamente o destino intervem, pois havia no pacto de casamento que se não houvesse um herdeiro, ela teria que casar com o cunhado, que também nunca vira, Ralph  que é um homem  e que vive pesquisando nas matas da América do Sul e por causa da morte do irmão é obrigado assumir as responsabilidades do  irmão. E o que seria mais um amargo casamento que é frio a princípio se torna um história linda, com alguns desentendimentos e paixões que correm à flor da pele.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Algumas autoras e suas primeiras obras que me conquistaram


1.       Julia QuinnA História de Um Grande Amor. Este livro que me conquistou, não há coisa tão boa como ler os diálogos inteligentes e o desenrolar da história entre Miranda que se considerava sem atrativos e seu Nigel, viúvo atormentado por conta de um casamento que não deu certo. Como não se apaixonar por um homem que a escuta com atenção e respeita seu ponto de vista (quando tinha apenas 10 anos!) e que lhe recomenda escrever um diário. E suas primeiras palavras são: Hoje me apaixonei! Com essas palavras iniciais eu me apaixonei pela Julia Quinn, por Miranda e por Nigel, sim eu caí de amores por este homem, e como não podia!


2.       Teresa Medeiros – Tua ao amanhecer – Livro que também me conquistou de cara, quando encontrei Gabriel, um aposto cavaleiro que para conquistar o amor de Cecily March que não é um cavaleiro fútil vai para a guerra e retorna ferido e cego. E como sua amada não aparece quando ele retorna entra em profunda depressão e por conta disso se isola na casa de campo da família. E eis que aparece uma jovem cheia de coragem e encontra em um estado lamentável na mansão e Samantha Wickersham decide que ele não pode viver assim e depois de muita luta consegue aos poucos sacar Gabriel deste e isolamento. Esse livro me conquistou porque conta da ternura desta história comovente e pela surpresa no final. Recomendo!

3.       Sherry Thomas – Delicioso. Este livro que alguns detestam e eu que amo de paixão, me apaixonei por conta da forma se desenvolve. Como se pode conquistar um homem pelos saborosos pratos que prepara? Como não apreciar os diálogos que eles têm sem se verem frente a frente? Como não apreciar essa personagem fogosa, liberal e vivida que é Verity Durant e seus apaixonados encontros com Stuart, o filho bastardo e irmão do seu ultimo amante? Não deu pra resistir. Caí morta e durinha apaixonada por eles. Com essa trama original e diferente você pode odiar ou amar, Verity. E Stuart mocinho hipermega apaixonado não fica atrás.


4.       Mary Balogh – Melodia Silenciosa (Silent Melody). Ashley Kendrick era o segundo filho de um duque e o confidente de Lady Emily Marlowe, 15 anos, uma surda e muda, irmã da cunhada dele quando decidiu mudar sua vida e ir para Índias, deixando para trás uma menina solitária que o fizera o homem de suas fantasias e sonhos.  Ele se casa e retorna amargurado depois de sete anos. E exatamente na noite do noivado de Emily transformando sua vida. É um romance cheio de suspense por que existe alguém que deseja a morte de Ashley e entre os perigos e mistérios, eles acabam por se envolverem, embora ele ache que poderá fazê-la infeliz. Um livro precioso, à medida que você descobre a ligação profunda entre eles, pois Ashley foi quem lhe ensinou a linguagem dos sinais e a ler os lábios.


5.       Elizabeth Hoyt – O príncipe Corvo. Considerado um homem feio, com suas verrugas resultado da varíola, Edward de Raaf, nosso mocinho necessita urgente de um secretário para arrumar suas finanças, o problema é que ele espanta a maioria. E é assim que Anna Wren, uma viúva endividada, se aproxima dele para ocupar a vaga, coisa que ele resiste até ser convencido a contratá-la. Mesmo assim acaba concordando e quando ela descobre que ele frequenta um bordel em Londres decide seduzi-lo e para isso vai até o bordel e usando uma máscara começa a se envolver sexualmente com esse homem apaixonante. Apaixonante mesmo, uma história que segue caminhos diferentes e nos conquista. Mais o primeiro impacto que ela teve sobre mim, foi quando nas primeiras páginas, ele cavalga nu e a atropela e nem para! E como não gostar desse romance diferente, onde uma arrebatadora paixão acontece entre o sarcástico humor dos personagens?


6.        Judith MacNaught – Até Você Chegar. O acaso fez que Charisse e Stephen Westmoreland se envolvessem. Ela era uma jovem que sempre viveu livre, criada por um pai que a levava a qualquer lugar por onde andava, juntamente com um índio e um jovem jogador e depois educada rigidamente por uma tia. É de fato um romance cheio de paixão, sentimentos e suas situações ímpares o tornam muito dinâmico. Uma leitura imperdível. "Até você chegar eu nunca tinha amado alguém assim" esta é a mensagem que a autora nos passa.


7.       Laura Kinsale – Flores na Tempestade. Esse livro me impressionou bastante e foi uma das melhores leituras que me foi apresentada no ano passado. Uma história pouco convencional, onde um homem (Christian Langland) de mente brilhante se encontra algemado como um louco perigoso em Bedlam e que encontra em Maddy, (uma jovem Quaker) uma forma de fugir deste aprisionamento em que se encontra seu corpo e a sua mente. Desejoso de ter de volta sua antiga vida mesmo apresentando problemas de fala, ele consegue se impor diante de algumas pessoas da família que querem embargá-lo e impedir que retorne. Mas para isso, precisa desesperadamente de Maddy, mas ela resiste por contas das diferenças que existe entre eles. Sem dúvida uma historia comovente e apaixonante.

8.       Jennifer Ashley – A Loucura de Lorde Ian Mackenzie. Todos os Mackenzies são por demais excêntricos, mas Ian me conquistou de cara por conta de sua deficiência, ou seja, o Mal de Asperger, e porque passou parte de sua infância internado e, no entanto é um homem forte, cativante, um colecionador de arte e também de mulheres bonitas. E ele encontra sua medida certa, numa viúva que não deseja mais se casar, apenas viver e ajudar os outros. Ian é um mocinho cativante e convincente, apesar de suas fugas temporárias de sua mente, de seu tormento e de suas dores de cabeças, se apaixona por Beth, que resulta ser uma mulher disposta a tudo para salvar o homem que ama. Amei os diálogos, os irmãos excêntricos, as cenas hots e a singularidade da história.


Mary Balogh: Someone to Hold (Camille e Joel) Spoiler

Someone to Hold  (Alguém para Abraçar*) -  Mary Balogh My rating: 4 /5  Agora nos deparamos com história de Camille, a mais v...